Sunday, February 22, 2009

Cinturão de Fótons


Este foi um dos meus primeiros posts na Super, volto a postar aqui para ter em arquivo, pois não estou achando o link no site da Super. Vira e mexe este assunto volta a tona, então deixa eu explicar um pouco sobre o Cinturão de Fótons, a estrela Alcyone e 2012.



Os esotéricos que me desculpem mas vou botar o meu dedo de cientista na área deles e falar de algo que vem balançando as comunidades esotéricas e astrológicas por aí: a Estrela Alcyone e o cinturão de fótons. Segundo eles, em 2012 quando a Terra passar por um cinturão de fótons ao redor da estrela Alcyone uma nova era começará. Eu nunca tinha ouvido falar no assunto até que duas pessoas me fizeram esta pergunta no mesmo dia, então não resisti e comecei a pesquisar sobre o assunto, chegando a causar uma certa polêmica entre alguns que estão cansados de ouvir falar do tema.

Entrei no google as palavras "alcyone star esoteric" e 901 páginas apareceram, depois mudei para "alcyone star photon belt" e 796 páginas apareceram. Claro que não li as quase duas mil páginas, mas cliquei bastante e agora já posso dizer que acho o assunto superinteressante :-) mas que não passa de esoterismo, fé, crença. Nada pessoal contra os que acreditam, mas eu simplesmente não vejo nenhum fundamento científico em tudo que li, trata-se apenas de crença. Além disto, o que me deixa meio irritada, é que eles falam muita coisa errada e propagam estas informações para o leigo. Vou tentar esclarecer e explicar alguns dos conceitos errados.

A estrela Alcyone faz parte do aglomerado das Plêiades, este bonito que postei lá em cima. As Plêiades ficam na constelação de Touro e as sete estrelas mais brilhantes são visíveis a olho nu e fazem parte de um aglomerado de umas 300 estrelas. As mais jovens foram formadas há poucos milhões de anos atrás e ainda estão envoltas na nuvem de gás progenitora, daí aquela aspecto de névoa na frente. As Plêiades estão a 410 anos-luz de distância e se AFASTANDO de nós. O sistema solar, assim como as Plêiades, orbitam o centro galáctico. O Sol não está orbitando a Alcyone, nem mesmo as estrelas das Plêiades giram ao redor da Alcyone. Como o aglomerado é jovem, à medida que as estrelas vão envelhecendo elas vão aos poucos se afastando uma das outras até ficarem independentes. Está ERRADO tudo que falam sobre isto nos vários sites que tentam explicar como o Sol vai se aproximando da Alcyone e utilizam isto para fazer previsões alarmantes.

Não sei de onde tiraram esta idéia de que estamos orbitando a Alcyone. Se realmente houvesse algo naquela região que estivesse nos puxando, teria que ser algo enorme. Vi os cálculos do professor de astronomia de Chicago, Dr. Cole, aonde ele concluiu que a massa do objeto teria que ser de 200 bilhões a massa do sol, quando a massa da nossa galáxia inteira é por volta de 10 bilhões. Resumindo não tem nada lá.

O cinturão de fótons (que eu nunca tinha ouvido falar, mas que já foi manchete de revistas de New Age nos anos 90) é definido nestes sites com uma região no espaço que irradia ondas eletromagnéticas em todas as faixas de frequência e faz parte do fluído magnético da nossa galáxia. Segundo eles, o cinturão teria sido descoberto por satélites em 1961. Uau, fiquei intrigada e fui até olhar quantos satélites existiam em 1961 já que o primeiro satélite, o Sputnik, foi lançado em 1957. Achei que quatro estavam em operação em 1964, foi em 1961 que a Nasa abriu concorrência para a construção dos satélites. Este site oficial da Nasa tem ótimos dados históricos sobre os satélites americanos, recomendo aos interessados: http://www.hq.nasa.gov/office/pao/History/satcomhistory.html.

Segundo o que li, o cinturão circunda as Plêiades e o sistema solar estará passando por ele em 2012. O que por sinal (coincidência?) é o ano que o calendário dos antigos Mayas termina. A previsão é de que nesta ocasião a humanidade passará por transformações, será o começo de uma nova era e a Terra se dividirá e muitos dos humanos irão para uma outra dimensão. Não sei quanto à vocês, mas eu já escolhi a dimensão em que quero ficar!

texto retirado do site:
http://super.abril.com.br/super2/blogs/mulherestrelas/41250_post.shtml

19 comments:

RONALDO said...

qwerfgtyhuj

Cyro said...

Gostei do seu blog e tomei a liberdade d colocar um link para ele no meu próprio site, que comecei a desenvolver em setembro.

Cyro

SHAKA said...

ME DESCULPE, MAS DESCONCORDO COM TUDO.
NÃO POSSO DIZER QUE VOCE SEJA IGNORANTE, POIS PELO VISTO PESQUISOU DEMAIS.
TALVEZ VOCE LARGASSE A INTERNET E PESQUISA-SE EM OUTRO LUGAR, UM LUGAR MASI APROFUNDADO NO ASSUNTO.
TALVEZ COM ALGUEM COM MAIS DE 2 MIL ANOS DE IDADE POR EXEMPLO.
OU ATÉ MESMO BUSCAR RESPOSTAS EM ALGUEM QUE NÃO PODEMOS VER, ALGUNS PODEM. SE VC ACHA QUE EU ESTOU FALANDO DE DEUS, TAMBEM SRIA UMA OPÇÃO MAS NÃO É O QUE ESTOU FALANDO.
TALVEZ SE PRESTASSE MAIS ATENÇÃO NO CÉU E NO MUNDO DE HOJE E DE ALGUNS ANOS ATRAS, ANTES DOS CONFLITOS, E AS DATAS COMPRADAS NOS TEXTOS QUE VC LEU. TRALVEZ COMPREENDESSE.

Denis said...

É muito interessante. Também tenho pesquisado intensamente com relação a este assunto, me parece na realidade todos este milhares de sites e textos referentes a isto tem uma única fonte. Você pode ler todos eles, a informação muda muito pouco e as lacunas são as mesmas.

Eu como adepto das ciencias ocultas, tenho que admitir que cade vez mais as descobertas da ciência cotemporânea, tem comprovado a veracidade de muitas coisas que os antigos já haviam descrito a milhares de anos atrás. Não podemos de forma alguma desmerecer as ciencias ocultas. Mas ao longo do tempo temos visto que se tornou uma "mania" dentro das "escolas" ficar procurando argumentos cientificos para colaborar com o estudo esotérico. Muitas vezes estes argumentos são usados erronamente e são retirados de fontes duvidosas, mas dizendo que a "nasa fotografou", "um renomado astronomo comprovou" fica facil acreditar. Quem sou eu para duvidar da NASA!!!!
Temos que ficar atentos aos ensinamentos dos mestres e professores, Fanatismo é ignorância. Temos que buscar a verdade consciente. Os verdadeiros mestres não usaram argumentos pseudocientíficos.
Qualquer fé baseada em numeros de dados comprovados e estudados é PREGUIÇA MENTAL,isso na verdade é "não ter fé".
Muitos autores, na melhor das intenções cometeram equívocos.Os verdadeiros mestres nunca deram um ponto sem nó!

M.GABAN said...

POIS É MINHA CARA,O PROBLEMA DESTA DIMENSÃO É QUE SE COLOCOU UM GROSSO VEU EM NOSSA IGNORANCIA,E NÃO COSEGUIMOS ENXERGAR ALÉM DOS QUE NOS É PALPAVEL OU VISTOS POR TODOS E NAO APENAS POR "ALGUNS" .JA QUE GOSTA TANTO DE PESQUISAR, VAI AI UMA SUGESTÃO; "CRIANÇAS INDIGO E CRISTAIS" PODE SER NO GOOGLE. REFLITA MAIS NOS ASSUNTOS!!!!
FORTE ABRAÇO
M.GABAN

M.GABAN said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Peter Leroy said...

OI DUILIA,
ESTAVA PESQUISANDO PARA UMA PALESTRA QUE VOU DAR SOBRE ESSAS BABOSEIRAS DE CINTURAO DE FOTONS E ACHEI SEU BLOG.MUITO BOM, PENA QUE TEM GENTE LOUCA QUE AINDA ACHA QUE TUDO E QUESTAO DE FE E CRE PIAMENTE QUE 400 ANOS LUZ SAO ALI NA ESQUINA.....BEIJO PRA TI E SAUDADE. PETER LEROY

João said...

Quando li a história do cinturão de fótons, sua relação com calendário maya, ciclos de 25 mil anos, achei que já tivesse escutado de tudo nesta vida. Ainda bem que este site foi escrito por pessoa preocupada com ciência. O que é estar ligado em ciências sejam elas claras ou escuras. É questionar tudo o que se ouve e se acredita que é verdade e duvidar de tudo. A partir disso se constrói o conhecimento.
Tenho alguns comentários para o blog:
Os que são "contra" (no-IPCC) as conclusões do IPCC sobre a responsabilidade antropogênica (entenda-se humana) pelo aumento dos gases de efeito estufa alegam que esse aumento é causado por fenômenos naturais, porque estamos num período interglacial.
Eles ficam discutindo vão a imprensa e fazem o maior auê. Porém eles não dizem qual é o fenômeno natural que está por detrás desse aumento da concentração dos gases do efeito estufa. Mas andei lendo algumas coisas anteriores a internet (p.Ex: Encyclopedia Mirador Internacional - resumo da Encyclopédia Britanica) e estou entendendo que o que eles chamam de período interglacial, na verdade é um período pré-glacial (imediatamente antes da glaciação).
A única coisa que me interessou do ano de 2012 foi uma frase do trailer do filme: "Como os governos preparariam a população para o final do mundo?". Acho que não haverá uma glaciação no estilo do filme "Um dia depois do amanhã" nem na do estilo do filem "Inteligência artificial" que parece mais plausível pelo conhecimento científica atual...
Vi um documentário num dos canais de documentários dizendo que um grupo de cientistas alemães acredita que a glaciação ocorrerá daqui a 100-1000 anos. Mas, se for antes todos nós (ou a grande maioria) vamos ter uma conversinha com Deus antes do esperado e isso será uma mudança espiritual muito grande.

Daniela said...

Olá, admiro muito o trabalho que teve de procurar pelos escritos científicos deste assunto. Só acho que o grande lance da humanidade é unir o que a ciencia descobre - mérito do homem, pois é fruto de muito trabalho - com o que temos de relatos em outros textos de cunho religioso - escritos pelos profetas há milenios atrás... Não sou beata, mas aprecio muito comparar e unificar as duas frentes. Acredito que a Ciencia não tenha ainda divulgado tudo sobre suas descobertas a respeito da "espiritualidade". Na verdade, ainda há muitos mistérios que envolvem nossa singela existencia, não é? E por que temos que crer ou não crer em tudo o que lemos? E por que ainda alguns acham que não existe uma força superior, só porque não é visível aos nossos olhos? Aí depende de cada um!!! Grande beijo!!!

carlos luiz ferreira said...

"Existem mais mistérios entre o céu e a terra do que pode sonhar a nossa vã Filosofia."Isso já foi dito la traz e eu acho que não preciso dizer po quem não é?
Só para pensar!!!! Como construiram a grande Piramide do Egito,com 147,5 mts de altura e 800 mts de base,com blocos de granito que pesam entre 2 e 70 toneladas com ângulos extraordinariamente perfeitos e polidos e com conhecimentos astronomicos que o homem até hoje ainda nem chegou perto? Abram as suas Mentes e sintam que tudo isso é muito grande,e que somos ainda como crianças engatinhando que ficamos nervosos com a mamãe por não nos deixar tomar água no vaso sanitário.

terapias said...

oi! achei muito interessante e engraçado os comentários. eu fico pensando em vez de olharmos tanto para cima ou discutindo verdades porque não olhamos mais para nós mesmos e ao nosso redor e fazemos algo realmente justo.o cuidado é um
atributo natural do ser humano,precisamos apenas exercer sem ter que pedir permição. adorei seu artigo.bjs

Julia said...

Engraçado como alguns ignorantes não pensam duas vezes antes de criticar uma cientista e astronoma especialista como a Duília, e em vez de prestar atenção nos links que ela postou, que são links da Nasa e governamentais, já vão falando asneiras. Em vez disso tudo deveriam tentar aprender a escrever... pois se nem isso sabem, como vão sair do véu de ignorancia e aprender astronomia, não é mesmo? ^_^

cordova said...

Ótimo artigo. Quando comentaram comigo sobre cinturão de fotons foi ver os artigos. Quanta ignorância científica.
Retrata a falta de formação científica da sociedade. Claro que é muito mais fácil se iludir com estas besteiras do que sentar e estudar astronomia, física e matemática.
Pelos comentários nota-se a cegueira completa, a negação da realidade. Ou será que todo conhecimento cientifico que gerou todos os produtos até é falso.
Aqueles que acreditam cegamente no artigo, por favor, joguem os CD players, TV, computadores, videogames, etc, fora porque foram produzidos por um conhecimento "errado".

GUARDIÃO AKARAN said...

mulher das estrelas...bem pode ser porque não...que posso comentar sobre seu artigo, vejamos as pessoas precisam de tempo para amadurecer e voce esta a caminho do seu amadurecimento. Por muitas vezes os seres humanos desprezam assuntos por ignorância ou falta de tempo para poder obter conhecimento a cerca de um assunto. Temos a sorte que alguns humanos vão em busca do querer saber o porque e com isto a humanidade ganha o conhecimento e outras pessoas podem saber de uma realidade comum em outras partes do universo. Estamos avançando para um período de destruição em massa, ao mesmo tempo seres inteligentes e enviados buscam alertar e reascender as células de luz que há em nós para estarmos preparados não só para conseguirmos a paz e sabedoria que tanto procuramos, mas tambem para ajudar outros seres que serão pegos na contra mão da evolução. Todos os seres humanos como tudo que existe sobre a face da Terra vem da mesma origem, somos parte do universo e o universo faz parte de nós. Portanto tudo que acontece la fora, tem sua influência em nós e em todos os seres da terra. Falamos em cinturão de fótons, poderia ser cinturão de couro, mas o que é mais importante nisto tudo é que ele existe, esta aqui e vamos sentir sua força de uma maneira sutil mas modificadora o bastante para mudar o destino das futuras civilizações. Artuk (Prêiades)

Ale said...

Duília, seu post é super bem fundamentado. Mas não posso deixar de te lembrar que toda informação científica financiada por dinheiro do governo dos USA é filtrada/escondida. Isso é fato. Cinturão, Alcyon, etc, já não posso afirmar, mas não se fie tanto na NASA, só um toque. Abraço.

duilia said...

Ale, eu trabalho na NASA há 10 anos!!! Não existe nada filtrado, escondido. Esta paranóia contra os EUA é muito infantil.

Raul Libório said...

Duília, parabéns e muito obrigado pelo esclarecimento.
Eu soube desse tal de cinturão através de um comentário de um amigo. Fiquei surpreso por nunca ter ouvido falar de tal coisa ou que nosso sistema solar estava circulando alguma estrela (LOL!).
Os esotéricos esquecem (ou não sabem) que hoje temos métodos altamente precisas de medição de distâncias astronômicas. Quando os cientistas dizem que não estamos nos aproximando, é porque a distância não reduziu. A não ser que surja um portal e teletransporte todo o nosso sistema solar... hahahah.

Duilia, novamente, agradeço pelas informações. Um abraço.

Gabriel said...

Gostei muito do seu post, muito interessante. Assim como você quando ouvi falar em tudo isso me coloquei a pesquisar. Não me contive somente em dados científicos, até mesmo porque a raiz de todos esses estudos não saíram da ciência, mas pesquisei também tudo o que os esotéricos insistiam em dizer. Ainda não pude tirar uma conclusão disso tudo, pois é muito complicado unir o mundo "real" que vivemos a esse mundo "cósmico". Mas diante de tudo acho muito precipitado tomar partido de um único lado ao passo que não sabemos a verdade por trás disso tudo. Sei que é cientista e é mais que normal defender esse lado, mas acho imprudente se prender a ele como resposta única resposta a isso. Essa situação coloca a humanidade nas mesmas brigas idealizadoras de antigamente onde a ciência e a igreja lutavam por uma verdade própria e absoluta. Na minha percepção ambas as partes fazem parte de um todo, basta que saibamos sair do nosso circulo de conforto e juntemos as partes. O maior erro do ser mais "racional" da terra (nós humanos) é se manter estagnados ao que nos é imposto por mera sensação de conforto. Tenho como filosofia levar em conta tudo o que todos dizem e duvidar de tudo também, assim construo minha linha de raciocínio. Tirar conclusões sobre um grupo só porque ele é diferente do meu é fechar os olhos para novos conhecimentos. Se lavarmos em consideração tudo o que profecias disseram perceberemos que coincidências não existem. Confio plenamente na ciência, afinal chegamos onde estamos graças a ela, assim como acredito nas dados físicos que você mencionou(afastamento de Alcione e não orbitamos nela) mas aprecio, digamos esse novo ramo cientifico. Mudanças estão ocorrendo, penso que agora seja hora de explorarmos a parte mais fascinante no nosso corpo: nosso cérebro. Gostaria de te fazer uma pergunta: Você como pessoa, sem se ater aos estudos científicos, o que pensa sobre isso?

Carolina said...

Duilia eu sou uma das alunas do Colegio Marista Dom Silverio.Meu nome e Carolina. Queria te agradecer pela video conferencia e te dizer que ela foi muito importante para aprofundar meu conhecimento na ciencia. A parte que eu mais gostei foi a parte do buraco negro que voce explicou para onde as coisas vao ao entrar em um buraco negro.Obrigada Carolina