Monday, August 28, 2006

PLUTÃO DEIXA DE SER PLANETA


No dia 24 de agosto de 2006 tomamos uma decisão histórica, Plutão deixou de ser planeta. Calma, calma, isto não quer dizer que o objeto tenha saido do sistema solar, foi apenas uma decisão burocrática tomada pela maioria dos 2500 astrônomos que estavam na reunião da União Astronômica Internacional em Praga e que votaram a favor da definição de planeta. Vou dar a minha versão da resolução abaixo, mas o texto original escrito em inglês encontra-se no url fornecido no texto.
Resolução da União Astronômica Internacional sobre o uso do termo planeta no sistema solar

Resolução 5A

1) Um planeta é um corpo celeste1 que (a) está em órbita ao redor do Sol, (b) tem massa suficiente para atingir equilíbrio hidrostático (quase esférico), (c) tem vizinhança limpa.
2) Um planeta anão é um corpo celeste que (a) está em órbita ao redor do Sol, (b) tem massa suficiente para atingir equilíbrio hidrostático (quase esférico)2, (c) não tem vizinhança limpa, (d) não é um satélite.
3) Todos os outros objetos3, com exceção dos satélites, orbitando o Sol devem ser denominados “corpos pequenos do sistema solar”.
1 Os oito planetas são: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.
2 A União Astronômica Internacional se encarregará de classificar os objetos nos extremos das categorias.
3 Incluindo os asteróides do sistema solar, os objetos transnetunianos, cometas e outros pequenos corpos celestes.

Resolução 6A

Plutão é um planeta anão que pertence a uma nova classe de objetos transnetunianos.

Praga, 24 de agosto de 2006.

O texto original em inglês pode ser encontrado na seguinte url:

http://www.iau2006.org/mirror/www.iau.org/iau0603/index.html

1 comment:

thyelle said...

concordo com voce tem mesmo que excluir plutão afinal tem objetos no cinturõ de kuiper bem maior que plutão nees caso passaria a ser planeta tambem